×

Cuidados Domiciliários Pediátricos

A doença crónica e incapacitante pode prolongar o período de internamento e levar à sobrecarga de recursos familiares e hospitalares.

A continuidade da prestação de cuidados de saúde pediátricos no domicílio pode evitar internamentos desnecessários e prevenir, na origem, a degradação psicossocial da criança e da família.

Assente numa abordagem multidisciplinar, as equipas de Cuidados Domiciliários Pediátricos da Fundação do Gil, em parceria com os hospitais, aumentam os níveis de conforto, controlam sintomas e administram as terapêuticas necessárias num ambiente mais protegido e adaptado à criança doente.

Testemunhos
Outros testemunhos

Os Cuidados Domiciliários Pediátricos da Fundação do Gil funcionam desde 2006 em parceria com os seguintes hospitais públicos parceiros:

Hospital de Santa Maria (Lisboa)
Hospital Dona Estefânia (Lisboa)
Hospital Fernando da Fonseca (Lisboa)
Hospital de S. João (Porto)
Centro Materno Infantil do Norte – CMIN (Porto)

No final de 2017 entraram em funcionamento as primeiras unidades de Cuidados Pediátricos Integrados (CPI), onde se incluem os Cuidados Paliativos Pediátricos
(CPP), em parceria com:

Hospital de S. João (Porto)
Centro Materno Infantil do Norte – CMIN (Porto)

Em 2019 alargamos o projecto em Cuidados Paliativos Pediátricos, também aos hospitais parceiros de Lisboa:

Hospital de Santa Maria (Lisboa)
Hospital Dona Estefânia (Lisboa)
Hospital Fernando da Fonseca (Lisboa)

Através deste projecto, tem sido possível melhorar o estado de saúde geral da criança, fomentar a capacitação social da família e permitir um melhor equilíbrio emocional de todo o agregado, nomeadamente:

Saúde

· Estabilização da doença;
· Redução do número de internamentos;
· Melhoria do bem-estar físico da criança.

Social

· Reforço da capacitação do cuidador principal e autonomização da família;
· Prevenção de situações de degradação psicossocial e de exclusão social;
· Promoção do regresso à vida activa;
· Viabilização do regresso à escola.

Emocional

· Aumento da auto-estima do cuidador e da família;
· Melhoria das relações parentais e dinâmicas familiares;
· Aumento do sentimento de apoio através do acompanhamento técnico e do contacto com grupos de pais.

Sem os Cuidados Domiciliários Pediátricos da Fundação do Gil muitas crianças seriam obrigadas a permanecer hospitalizadas, por períodos indefinidos, até que a família estivesse apta para garantir o seu acompanhamento clínico, social e emocional.

Resultados comprovados

· Redução de 45% da frequência de reinternamentos;
· Aumento do bem-estar emocional da criança em 62%;
· Aumento da saúde física das crianças em 48%;
· Aumento da autonomia clínica das famílias em 46%;
· Aumento do grau do sentimento de apoio clínico das famílias em 42%.

Fonte: Avaliação SROI

O projecto tem dado provas de elevada eficácia na melhoria do conforto e da qualidade de vida da criança e na optimização dos recursos familiares e hospitalares.

Os benefícios gerados junto da criança, da família e do meio hospitalar têm sido sucessivamente reconhecidos pelas entidades parceiras, por entidades ligadas ao sector da saúde e por organizações internacionais.

Os nossos parceiros

Casa de Acolhimento

Também conhecida como “Casa do Gil”, destina-se ao acolhimento de crianças até aos 12 anos,
que por se encontrarem em risco social e/ou clínico não podem regressar (de imediato)
para junto das suas famílias.

Composta por uma equipa de profissionais especializados, a Casa trabalha três aspectos chave na infância e juventude: saúde, educação e acompanhamento psicossocial.

Testemunhos
Outros testemunhos

Social

· Garantir a supressão imediata das necessidades básicas da criança (alimentação, higiene, saúde, e estabilização física e emocional);

· Acompanhamento emocional da criança através de apoio especializado;

· Encaminhamento para a capacitação de cuidadores, com vista à aquisição de novas competências; orientação para procura de emprego; aconselhamento jurídico; (direitos e deveres) aconselhamento para a economia familiar;

· Articulação com as entidades públicas e/ou particulares disponíveis na comunidade para garantir a plena integração da criança na sociedade e assegurar o seu projecto de vida.

Educativo

· Acompanhamento educativo da criança em todos os momentos da sua permanência na Casa com vista ao seu desenvolvimento físico, cognitivo e emocional;

· Acompanhamento no estudo e orientação escolar em coordenação com a escola de frequência ou com a DGEstE;

· Realização de diversas de actividades lúdico-pedagógicas que fomentem o crescimento saudável da criança quer individualmente quer em grupo;

· Articulação com a comunidade educativa com vista a procura de novas respostas que visem o enriquecimento e fortalecimento do desenvolvimento da criança acolhida (ATL, Centros de Desenvolvimento, Centros Culturais, Museus, Junta de Freguesia, Paróquia)

Clínico

· Prestação de cuidados de saúde em articulação com o hospital de referência e centro de saúde;

· Proporcionar um regime alimentar saudável e adequado à sua faixa etária;

· Acompanhamento no âmbito da saúde mental e/ou emocional das crianças recorrendo a parcerias externas.

Acompanhe as nossas conquistas.
Adoramos a sua companhia.
Subscrever a newsletter
* campos obrigatórios